Na era da desinformação, quem tem opinião é um rei nu


Opiniões são diferentes de conhecimento. Quando o conhecimento pode ser exato, como no caso da matemática, não se trata de ter opiniões. 1 mais 1 será sempre 2, quer você queira, goste, acredite, perceba ou não. Estimativas, por derivação, são conceitos estatísticos, probabilísticos, também não são uma questão de opinião. Podemos ter opiniões e diferenças de opinião quando em certo julgamento ou apreciação de uma questão, diferentes valores-princípios podem ser aplicados. Quando temos conhecimento empírico (amostral) que pode ser extrapolado (estatisticamente), não se trata de ter opinião. Não se trata de poder opinar por exemplo que a COVID não é letal, ou que vacinas testadas não funcionam. Isso é negacionismo. Você pode, no entanto, opinar que prefere ver a economia funcionando normalmente mesmo que de 2 a 2,5% da população morra e não tenhamos qualquer ferramenta da controle ou diminuição da propagação do vírus e do seu caráter mutatório. Você pode, ainda, opinar que algumas letalidades simplesmente não são importantes para você ou que você só vai tomar uma vacina se ela tiver 100% de eficiência. Ou que o isolamento social é uma medida satisfatória e atinente às necessidades humanas básicas. Eu não concordo com essas opiniões, mas elas são opiniões válidas. Você pode jogar o jogo de valores como quiser, e todos temos direito a emitir nossas opiniões, mesmo que ninguém concorde com elas. Mas se suas opiniões se baseam em dados falsos, cuidado, pois você está manipulando e desinformando outras pessoas, não apenas exercendo sua livre expressão. Se você informa dados falsos, mesmo que você piamente acredite neles, dependendo da gravidade e do alcance dos seus atos, você poderia estar incorrendo em um crime comparável a propaganda enganosa, estelionato ou falsidade ideológica. E se você não checa seus fatos em fontes fidedignas, você está deliberadamente (sim, a negligência pode ser considerado um ato deliberado) participando de esquemas piramidais de manipulação de dados. Crimes da nova era.... O Direito, como sempre, está um tanto atrasado, mas não se fie nisso. Seja um livre-pensador, mas seja responsável.


E te digo mais, amigo leitor... Não devemos mesmo entender manifestações de opinião como publicidade? Afinal, não estamos mesmo querendo dar certo marketing a ideias, valores e opiniões - ou mesmo autopromoção? Ao fazê-lo, não tornamos certos produtos ou serviços mais ou menos atrativos, e não aumentamos a chance de sermos considerados como autoridade ou influência, por fazê-lo? E sobretudo não estamos fazendo isso através de organizações com fins eminentemente lucrativos - Facebook, Youtube, Twitter, Instagram, Whatsapp e outras?. Confira a redação do Artigo 37 do Código de Defesa do Consumidor Brasileiro:


"Art. 37. É proibida toda publicidade enganosa ou abusiva.

§ 1° É enganosa qualquer modalidade de informação ou comunicação de caráter publicitário, inteira ou parcialmente falsa, ou, por qualquer outro modo, mesmo por omissão, capaz de induzir em erro o consumidor (...)

§ 2° É abusiva, dentre outras a publicidade discriminatória de qualquer natureza, a que incite à violência, explore o medo ou a superstição, se aproveite da deficiência de julgamento e experiência da criança, desrespeita valores ambientais, ou que seja capaz de induzir o consumidor a se comportar de forma prejudicial ou perigosa à sua saúde ou segurança."

Pode dar até um ano de prisão e multa! Ah, se levássemos nossas leis a sério! Repare que nesta pandemia fomos (correta ou incorretamente) induzidos a vários comportamentos que nos tornaram consumidores de vários produtos (desde o álcool em gel - correto até a cloroquina - incorretamente).

As opiniões que emitimos, apoiamos, ou mesmo comentamos ou criticamos, no mundo complexo dos algoritmos tornam-se mecanismos para oferta de novos produtos... Tudo e qualquer coisa que fazemos online virou uma forma de propaganda comercial, seja como embasamento futuro seja como aliciação de engajamento... Todas as plataformas que comumente usamos para nos expressar ou informar se tornaram indústria de propaganda. Abra o olho!

* Para estimativa de mortalidade foi utilizado a referência: https://www.worldometers.info/coronavirus/

Procurar por Tags
Busca por palavras
Siga O Franco Atirador
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Instagram Social Icon
  • Blogger Social Icon
  • Tumblr Social Icon
  Por Trás do Franco Atirador

© 2016 por O Franco Atirador

    Gostou da leitura? Doe agora e me ajude a proporcionar notícias e análises aos meus leitores